Notícias

Vacinação – três mitos que você precisa conhecer

Vacinação – três mitos que você precisa conhecer

Embora a vacinação já tenha salvado e prevenido muitas vidas, em especial, no passado, com casos como varíola e poliomielite, a população ainda tem muito a compreender sobre a sua importância, pois há mitos que precisam ser derrubados. Conheça três deles e atente-se à importância da vacinação:

 

Mito 1: higiene bem feito tira a necessidade de vacinação

Independente de quão limpos e higienizados estejamos, muitas infecções podem se espalhar. Lavagem das mãos, uso de água limpa e afins são formas de prevenção às doenças, porém, não estinguem a necessidade de vacinação, pois as doenças prevenidas com vacina podem retornar caso os programas de imunização sejam interrompidos.

 

Mito 2: os efeitos colaterais da vacinação podem ser fatais

É mais provável que uma pessoa adoeça por uma enfermidade que poderia ser evitada pela vacina do que pela aplicação da mesma. Isso porque as vacinas são muito seguras. A maioria das reações são pequenas e temporárias, diferentes da degradação e sofrimento que as doenças de fato podem causar (poliomielite, por exemplo, pode causar paralisia; o sarampo pode causar encefalite e cegueira). Os benefícios da imunização superam os riscos de fatalidade causados por vacinar-se.

 

Mito 3: as doenças estão quase erradicadas, por isso não há necessidade de vacinação

Segundo informação do Ministério da Saúde “Embora as doenças evitáveis por vacinação tenham se tornado raras em muitos países, os agentes infecciosos que as causam continuam a circular em algumas partes do mundo. Em um mundo altamente interligado, esses agentes podem atravessar fronteiras geográficas e infectar qualquer pessoa que não esteja protegida. ” Ou seja, a vacinação é uma forma de proteger a nós mesmos e a quem é próximo. Por isso é de extrema importância a conscientização a respeito desse tema.

 

A prevenção é uma das melhores formas de viver com qualidade de vida!

 

Fonte de informação/pesquisa: Ministério da Saúde (Brasil)