Notícias

Cuidados gerais aos idosos

Cuidados gerais aos idosos

Mesmo que eles insistem: “quero ser independente”, é importante que os familiares e pessoas próximas considerem cuidados aos idosos com 80 ou mais de idade. São necessários ajustes no cotidiano para que eles tenham qualidade de vida física e emocionalmente.

 

Importante lembrar que o idoso tem vontades. Então, antes de considerar uma casa de idosos para que ele tenha cuidados por 24h, é muito importante ouvi-lo, para entender como se sente em relação a isso e qual será o melhor lugar para o seu repouso.

 

O acolhimento é algo muito importante nessa fase da vida. Porém, a realidade dos idosos muda muito e apenas com diálogo será possível saber o que é melhor. Exemplo: há idosos que gostam de passar temporadas nas casas dos filhos, outros que se sentem “empecilhos” e não gostam da sensação de não terem mais sua própria casa. Importante sempre os conscientizar que precisam de cuidados.

 

Casa de idosos. Se a decisão for tomada por uma casa de idosos, é importante que a família faça uma pesquisa minuciosa acerca de qual será a escolhida. Busque referências de outras pessoas, histórico dos profissionais e faça boa consideração quanto ao ambiente.

 

Residência segura. Mas pode ser que o idoso não queira sair da sua casa. Com isso, serão necessárias adaptações à sua segurança. Exemplos: menos tapetes, instalações de barras no banheiro, escadas mais seguras, cozinha abastecida e vistoriada para que o idoso não precise acessar armários altos ou fazer grande esforço físico. Questões de observação, que poderão melhorar e facilitar os dias dele em sua própria casa.

 

Ajuda de fora. Seja um familiar ou um enfermeiro, é bom estudar a possibilidade de que alguém o acompanhe em tarefas cotidianas nas quais sente mais dificuldade. Exemplos: fazer a higiene, comparecer a locais mais distantes de casa, fazer compras.

 

Saúde. Mais atenção, lembretes aos horários de consultas, às medicações, incentivo para que se exercitem, comam e durmam bem. Tudo culmina em cuidado, idosos precisam de atenção e ajuda para que a saúde sempre permaneça e melhore.

 

Vida social é importante. O convívio com outras pessoas é muito relevante aos idosos. Eles precisam de conversa, companhia e afirmação de que não são “velhos esquecidos”. Afinal, essas pessoas, por suas experiências de vida, têm muito a contribuir. É importante que o zelo à vida social delas se eleve a mais do que reuniões de família. Exemplo: grupos de idosos, chás com amigos, jogos e contato em grupo com ar livre.