Notícias

Diabéticos e a possibilidade de uma vida mais saudável

Diabéticos e a possibilidade de uma vida mais saudável

Mudanças no estilo de vida de pessoas com diabetes podem proporcionar muito mais qualidade de vida, as possibilitando que vivam muito mais. Dietas e prática de exercícios físicos são fundamentais.

A expectativas negativa de que, até 2025, tenhamos 700 milhões de diabéticos no mundo, nos faz pensar na necessidade de cuidado para cessar com esse aumento e promover qualidade de vida a quem já sofre com diabetes. Isso configura um grande problema de saúde pública, mas que pode ser resolvido com informação e práticas conscientizadoras.

 

Pequenas mudanças que podem controlar o diabetes

Essas mudanças são pautadas em cuidados contínuos, que podem parecer pequenos, mas fazem toda a diferença no dia a dia dos diabéticos. Por exemplo, dieta diversa, em especial, com a presença de alimentos naturais. Rotina com exercícios físicos que contribuem muito para a perda saudável de peso – em especial para as pessoas que tem diabetes tipo 2. O emagrecimento contribui essencialmente para:

  • reduzir a necessidade de medicamentos para diabetes
  • baixar a pressão arterial
  • diminuir os fatores de risco para doenças cardíacas
  • melhorar os níveis de açúcar no sangue
  • otimizar o uso da insulina

 

Questões alimentares e atenção física

É necessário dar prioridade a alimentos que minimizem as reações dos açucares e forneçam a quantidade necessária de fibras.

Dê atenção também para os horários de refeições, pois negligenciar isso dificulta o controle da glicemia. Intervalos muito longos de uma refeição a outra podem levar a quantidades exageradas, ocasionando o aumento de açúcar. Lanches bem elaborados e equilibrados são auxiliares de uma boa rotina.

Se possível, mantenha um diário alimentar, no qual irá registrar, por cerca de 2 a 3 semanas, o que comeu e suas porções. Ao final desse período, terá como avaliar possíveis interferências alimentares e também reconhecer gatilhos que te façam se exceder com a comida, tais como estresse, ansiedade...

Fazer exercício físico frequentemente pode reduzir a glicemia e melhorar os níveis de A1C (teste de hemoglobina glicada), o recomendado é, pelo menos, 30 minutos de exercícios físicos moderados durante cinco dias por semana ou um total de 150 minutos semanais.

É mais fácil – e correto – fazer mudanças graduais, para que os efeitos sejam melhores absorvidos pelo organismo e menos sentidos na rotina.

 

Lembre-se sempre de consultar um médico de confiança antes de começar qualquer mudança! Cuide-se bem.