Notícias

Lúpus: sintomas, diagnóstico e tratamento

Lúpus: sintomas, diagnóstico e tratamento

Hoje é o Dia Internacional de Atenção à Pessoa com Lúpus, uma doença que merece atenção, pois é complexa e de difícil diagnóstico. Ela é inflamatória autoimune, e pode afetar múltiplos órgãos e tecidos, como articulações, pele, rins, células sanguíneas, cérebro, coração e pulmões.

Os sintomas do lúpus podem surgir de repente ou se desenvolver lentamente. Eles também podem ser moderados ou graves, temporários ou permanentes. Alguns dos sintomas são: fadiga, febre, dor nas articulações, rigidez muscular e inchaços, lesões na pele que surgem ou pioram quando expostas ao sol.

E ainda, dificuldade para respirar, dor no peito ao inspirar profundamente, sensibilidade à luz do sol, dor de cabeça, confusão mental e perda de memória, linfonodos aumentados, queda de cabelo, feridas na boca, desconforto geral, ansiedade, mal-estar.

O diagnóstico para Lúpus não é tão simples, porque os sintomas podem variar muito de pessoa para pessoa. Mas os principais exames para diagnosticar são: exame físico, exames de anticorpos, hemograma completo, radiografia do tórax, biópsia renal e exame de urina.

Até o momento, Lúpus não tem cura, mas o tratamento é feito com acompanhamento para controlar os sintomas. Com medicamento anti-inflamatórios não esteroides para artrite e pleurisia. protetor solar para as lesões de pele, corticoide tópico para pequenas lesões na pele e droga antimalárica e corticoides de baixa dosagem para os sintomas de pele e artrite.