Notícias

Mitos e Verdades sobre o que pode alterar os exames sangue!

Mitos e Verdades sobre o que pode alterar os exames sangue!

Existem muitas dúvidas quando o assunto é o preparo para exames de sangue.

É muito comum que as pessoas questionem sobre tempo de jejum ou ainda se o consumo de bebida alcoólica, remédios, antes da realização do procedimento podem interferir no resultado do exame.

Confira os principais mitos e verdades do assunto, para te ajudar a se preparar da forma correta para os exames.

  • Todos os exames de sangue que precisam de jejum só podem ser feitos pela manhã.

Mito! A exigência para a realização dos exames é respeitar o tempo de jejum.
Exames que exigem quatro horas, por exemplo, não impedem que a coleta de sangue seja feita a tarde, por exemplo.
Isso vai depender, na verdade, do horário de funcionamento do laboratório que for escolhido para os exames.

  • Um chá ou cafezinho sem açúcar não interrompem o jejum.

Mito! Qualquer alimento, com exceção da água, ao ser ingerido, interferem no resultado dos exames porque modificam algumas dosagens bioquímicas.
Por isso, nem mesmo um chá sem açúcar pode ser ingerido durante o período do jejum.

  • Durante o jejum para exame de sangue é preciso evitar o consumo excessivo de água.

Verdade! Até mesmo o consumo de água deve ser feito sem excessos, o ideal é consumir a média recomendada por dia: 3 litros para um adulto. Água não quebra o jejum, mas, em excesso, pode alterar os resultados nos exames de urina, por exemplo.

  • Bebidas alcoólicas devem ser suspensas até 72 horas antes dos exames.

Verdade! O consumo de álcool pode interferir nos resultados do colesterol e glicose, porque interfere no metabolismo dos açúcares.

  • Pode haver contraindicação a respeito do uso medicação de rotina antes de fazer os exames.

Verdade! Alguns medicamentos podem interferir nos resultados da coleta de sangue e cabe ao médico e ao laboratório informar quando se deve suspender determinado medicamento.
Os antibióticos e anti-inflamatórios, por exemplo, causam alterações nos testes de coagulação do sangue.
Nos casos em que o uso de um medicamento não pode ser suspenso, o laboratório irá analisar os dados do exame levando em consideração a presença da medicação.

  • A prática de atividades físicas altera o resultado do exame.

Verdade! É recomendado avisar ao laboratório sobre o hábito de se exercitar.
A prática de atividades físicas gera a queima de calorias, que reduz os níveis de glicose no sangue, além de produzir metabólicos como o ácido lático e a creatinofosfoquinase (CPK).
O laboratório precisa ser informado sobre a rotina de exercícios para considerar possíveis alterações dessas substâncias.

Fonte: hermespardini